23 setembro 2015

Obra da Propagação da Fé



 Paulina Jaricot
fundadora da Obra da Propagação da Fé


A Obra da Propagação da Fé (1822), tem como sua fundadora Paulina Jaricot, nascida em Lião (França) a 22 de julho de 1799, proveniente de uma família proprietária de uma fábrica de seda, e tendo recebido desde a sua infância uma profunda educação cristã, após grave enfermidade e morte da mãe, em 1816, Paulina resolveu "servir somente a Deus".
Paulina, além de esforçar-se em dar a conhecer as necessidades das missões, amadurecia na sua mente algo mais orgânico que poderia suscitar o entusiasmo e evoluir interiormente; algo, inclusive, que pudesse envolver todos os católicos e ser uma verdadeira ajuda para todas as missões indistintamente.
Ao aparecer o grande projecto de Paulina Jaricot, que um dia se converteria na Obra da Propagação da Fé, seu irmão Filéias, recém ordenado sacerdote, sugere à irmã que se consagre, inteiramente, a uma atividade organizada em favor das missões. "A minha vocação - escrevia Paulina – impedia-me de fixar a minha atenção apenas numa obra até o ponto de esquecer-me das demais... Desejo permanecer livre para poder ir onde as necessidades são maiores". Suas outras obras foram: o Rosário Vivo (1826), a Obra de Boa Imprensa (bibliotecas populares e volantes, 1826), o Banco do Céu (1830), a Congregação de Filhas de Maria (1831).